fado-marco-negro-mariza

FADO BARCO NEGRO Mariza De manhã, que medo, que me achasses feia! Acordei, tremendo, deitada n’areia Mas logo os teus olhos disseram que não, E o sol penetrou no meu coração.[Bis] Vi depois, numa rocha, uma cruz, E o teu barco negro dançava na luz Vi teu braço acenando, entreLer mais

fado-cancaso-ana moura

FADO CANSAÇO Ana Moura Por trás do espelho quem está De olhos fixados no meus? Alguém que passou por cá E seguiu ao Deus dará Deixando os olhos nos meus. Quem dorme na minha cama E tenta sonhar meus sonhos? Alguém morreu nesta cama E lá de longe me chamaLer mais

fado-loucura-ana moura

 FADO LOUCURA Ana Moura Sou do fado, como sei Vivo um poema cantado De um fado que eu inventei A falar, não posso dar-me Mas ponho a alma a cantar e as Almas, as almas sabem escutar-me Chorei, chorei, poetas do meu país Troncos da mesma raiz Da vidaLer mais

fado-pedras-da-minha-rua-carminho

 AS PEDRAS DA MINHA RUAS Carminho Esta noite choveu muito Nas pedras da minha rua Depois vi nelas a sombra Que me parecia ser a tua Esperei que subisses as escadas Mas teus passos não ouvi Lá fora nas pedras molhadas Pareciam chorar chorar por ti Não pisaste maisLer mais